Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Irã convida agência nuclear da ONU para visitar país

Para diplomatas das Nações Unidas, convite é tentativa de ganhar tempo

O Irã afirmou nesta terça-feira que convidou a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) para visitar o país e negociar com as autoridades da república islâmica, suspeita de desenvolver armas atômicas de acordo com as Nações Unidas. O embaixador iraniano na agência da ONU, Ali Asghar Soltanieh, garantiu que o Irã enviou neste mês uma carta ao chefe da AIEA, Yukiya Amano.

Em novembro, a agência emitiu um relatório apontando grandes indícios de finalidade militar no controverso programa nuclear iraniano, o que o país nega. De acordo com Soltanieh, a carta renovou o convite feito no mês de outubro pelo Irã para que um representante de Agência Internacional de Energia Atômica fosse ao país. O embaixador iraniano afirmou ainda que a república islâmica está “se preparando” para a visita.

Desconfiança – As últimas tentativas de estabelecer uma proposta de fiscalização do programa nuclear do Irã despertaram desconfiança na ONU. Diplomatas ocidentais tem interpretado os convites do Irã como tentativas de ganhar tempo e diminuir a pressão internacional sobre o país, que sofre com sanções cada vez mais pesadas.

O chefe da AIEA deixou claro que qualquer nova visita de representantes da agência ao Irã teria obrigatoriamente de abordar as crescentes preocupações com os supostos objetivos militares do programa nuclear iraniano. Questionado sobre a exigência de Yukiya Amano, Soltanieh afirmou que o governo do Irã está disposto a discutir “qualquer questão” e trabalhar para “remover ambiguidades e resolver o problema”. A últimas visitas representantes da AIEA ao Irã não obter progresso significativo na resolução da disputa, que tem o potencial para provocar um conflito maior no Oriente Médio.