Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Irã condena atentados de Damasco

O Irã, principal aliado regional da Síria, condenou os atentados perpetrados neste sábado em Damasco que resultaram na morte de 27 pessoas, informou a agência de imprensa oficial IRNA.

“A responsabilidade de tais atos é de quem tenta armar e provocar grupos armados”, declarou o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Ramin Mehmanparast, em um comunicado.

O porta-voz não mencionou nenhum país em particular. Este sábado um diplomata árabe declarou sob anonimato à AFP que a Arábia Saudita estava enviando material militar aos desertores do Exército Sírio Livre (ESL) através da Jordânia.

O Irã disse que “vê esses atos terroristas como um meio de se vingar do povo sírio, que apoia seu regime e busca a estabilidade do país”, acrescentou o porta-voz.

Diante do fracasso dos esforços internacionais para por fim ao derramamento de sangue na Síria, a Arábia Saudita e o Qatar propuseram armar os rebeldes, uma ideia que foi rejeitada por muitos países.