Clique e assine a partir de 9,90/mês

Inundações forçam milhares a saírem de casa na Austrália

Equipes de resgate encontram corpo de mulher arrastada por enchente

Por Da Redação - 5 fev 2012, 09h15

Milhares de pessoas tiveram de sair de suas casas na Austrália neste domingo devido às inundações que há uma semana afetam o nordeste do país, informaram fontes oficiais. Enquanto isso, na cidade australiana de Roma, as equipes de resgate encontraram neste domingo o corpo de uma mulher que desapareceu na sexta-feira, após ser arrastada pelas águas.

As autoridades aconselharam aos 3.800 habitantes da cidade de Saint George, no sudoeste do estado de Queensland, que abandonem suas casas diante da impossibilidade de construir a tempo diques para a contenção das águas. “Essa é uma situação muito séria e peço à população que coopere”, disse a governadora de Queensland, Anna Bligh.

“Não sabemos até quando teremos a estrada aberta devido à enorme quantidade de água que baixa pelos rios Maranoa e Balonne. Por isso, aconselhamos ao povo que evacue o mais rápido possível”, disse a prefeita de Saint George, Donna Stewart.

Socorro – Um avião Hercules, das forças armadas australianas, foi enviado a Saint George para levar os 41 pacientes internados no hospital local para um outro de Brisbane, a capital do estado. Os especialistas preveem que as cheias alcancem na próxima terça-feira um pico máximo de 14 metros, o mais elevado segundo o registro histórico do lugar.

Saint George foi devastada em 2010 por uma enchente quando o rio Balonne subiu 13,4 metros, e também sofreu os efeitos das inundações que no ano passado causaram mais de 30 mortos em Queensland. As inundações começaram na semana passada, e as autoridades australianas evacuaram milhares de pessoas em Nova Gales do Sul diante da chegada de fortes tempestades.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade