Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Instalação dos mísseis na Turquia pode levar semanas, diz Otan

Solicitação foi feita oficialmente à Otan este mês, para defender o país de bombardeios sírios. O aval deve ser dado pela aliança na próxima semana

Por Da Redação 30 nov 2012, 18h17

A instalação de mísseis Patriot na fronteira da Turquia com a Síria pode demorar várias semanas, disse nesta sexta-feira a porta-voz da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Oana Lungescu. A solicitação foi feita oficialmente pela Turquia à Otan no último dia 21, com o objetivo de defender o país dos bombardeios lançados a partir do território sírio em consequência da guerra civil.

Leia também:

Leia também: As ambições escusas da Turquia, entre Ocidente e Oriente

Segundo Lungescu, especialistas da Otan estão na Turquia avaliando possíveis locais para instalar os mísseis. Se a instalação de fato ocorrer – o aval ainda precisa ser dado, o que pode ocorrer no início da próxima semana -, as armas estariam sob o completo controle da aliança.

Saiba mais:

Saiba mais: Turquia X Síria: os próximos capítulos da crise diplomática

Atualmente, apenas os Estados Unidos, a Holanda e a Alemanha têm mísseis Patriot disponíveis. A negociação com a Otan sobre como reforçar a segurança da fronteira de 900 quilômetros entre os dois países ocorre após vários episódios em que bombas lançadas a partir do território sírio atingiram o lado turco.

Continua após a publicidade
Publicidade