Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inglaterra detém 2 sacerdotes anglicanos por abusos de menores

Londres, 6 mar (EFE).- Dois sacerdotes anglicanos aposentados foram presos nesta terça-feira em Eastbourne (sul da Inglaterra) por supostos abusos sexuais de crianças e jovens entre as décadas de 1960 e 1980.

Gordon Rideout, de 73 anos, é suspeito de agredir sexualmente nove jovens e crianças entre 1965 e 1972, enquanto Robert Coles, de 70 anos, é suspeito do abuso de três menores entre o final dos anos 1970 e os 1980.

A polícia indicou nesta terça-feira que, em princípio, os dois casos não estão vinculados e as detenções foram efetuadas após uma complexa investigação que começou há seis meses e que segue em andamento.

Além disso, as forças de segurança explicaram que as prisões estão relacionadas a casos antigos, motivo pelo qual não há suspeitas de que nenhuma criança esteja em perigo atualmente.

Um dos detidos, o cônego Gordon Rideout, que celebrou missas até 2010, havia sido denunciado em várias ocasiões em 1972, mas não chegou a ser processado.

Em 2001, após novas denúncias, foi preso, mas libertado depois que a polícia não encontrou provas suficientes para levá-lo à Justiça.

Rideout foi capelão de duas casas de amparo a crianças necessitadas em Londres nos anos 1960 e de um colégio de meninas em Eastbourne até 2003.

Uma das últimas acusações contra Robert Coles, o outro sacerdote detido, foi investigada em 1997, e apesar de ter sido detido, também foi posto em liberdade, já que não foram encontradas provas suficientes contra ele.

As demais acusações vieram à tona graças a uma nova investigação de abusos de menores que foi iniciada pelo arcebispo de Canterbury e primaz da Igreja Anglicana, Rowan Williams, no ano passado na diocese de Chichester (sudeste da Inglaterra).EFE

raa/mm