Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Índia será o país mais povoado do mundo em sete anos, aponta ONU

A pesquisa divulgada aponta também que até o final do século a população mundial deve passar de 7,3 bilhões para 11,2 bilhões de habitantes

Por Da Redação 29 jul 2015, 18h30

A Índia será o país mais povoado do mundo em 2022, superando a China, hoje o país mais populoso do planeta, segundo estimativas divulgadas nesta quarta-feira pelas Nações Unidas. Atualmente, cerca de 1,3 bilhão de pessoas vivem na Índia, enquanto na China vivem aproximadamente 1,38 bilhão, uma diferença que deve desaparecer nos próximos sete anos. Segundo a previsão, o mundo passará dos atuais 7,3 bilhões de habitantes para 8,5 bilhões em 2030, cerca de 9,7 bilhões em 2050 e de 11,2 bilhões no final do século.

Leia também:

ONU diz que, com empenho político e social, é possível erradicar a fome

Lista: conheça os dez países mais felizes do mundo, segundo a ONU

Mundo registra recorde de refugiados internos

A hipótese apontada é que a população indiana seguirá crescendo durante várias décadas e alcançará 1,5 bilhão em 2030 e 1,7 bilhão em 2050, enquanto a população da China deverá se manter instável até 2030 e depois começará a minguar. As projeções preveem também que em 2050 a Nigéria pode superar os Estados Unidos e se transformar no terceiro país mais habitado do mundo. O país africano registrará o maior aumento de população entre as grandes nações, pois, segundo as Nações Unidas, passará dos atuais 182 milhões de habitantes para mais de 262 milhões em 2030 e quase 400 milhões em 2050.

Segundo a ONU, durante as próximas décadas o crescimento da população mundial se concentrará principalmente em nove países, em sua maioria africanos e asiáticos: Índia, Nigéria, Paquistão, República Democrática do Congo, Etiópia, Tanzânia, EUA, Indonésia e Uganda. Com a maior taxa de crescimento demográfico, a África fornecerá mais da metade do aumento da população mundial entre 2015 e 2050. Nesse período, espera-se também que a população de 28 países do continente duplique e que dez deles tenham multiplicado por cinco seu número de habitantes para 2100.

Continua após a publicidade

Leia também:

ONU: Crise dos refugiados é muito pior do que o imaginado

ONU: Israel e palestinos cometeram possíveis crimes de guerra em Gaza

ONU investiga abusos sexuais feitos por tropas no Haiti

A população da América Latina e o Caribe, enquanto isso, passará dos atuais 634 milhões para 721 milhões em 2030, 784 milhões em 2050 e depois começará a cair, situando-se de novo em cerca de 721 milhões no final de século. O continente viverá um claro envelhecimento de sua população nas próximas décadas e, em 2050, os idosos serão mais de um quarto da população, frente a pouco mais de 11% atualmente.

Brasil e México, que estão entre os dez países mais povoados do mundo, seguirão crescendo até 2050, quando a população chegará aos 238 milhões e os 164 milhões, respectivamente, frente aos atuais 208 e 127 milhões. Os EUA, onde atualmente vivem quase 322 milhões de pessoas, seguirão crescendo, embora mais lentamente, e para 2050 a previsão é de que sua população atinja 389 milhões.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade