Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Índia: seis detidos por estupro de turista suíça vão à justiça

Vítima informou ter sido estuprada por quatro homens. Outros dois teriam participado do crime, na sexta-feira, em Madhya Pradesh, informou a polícia

Por Da Redação 18 mar 2013, 12h22

Seis indianos compareceram nesta segunda-feira a uma corte no estado de Madhya Pradesh, na Índia, acusados pelo estupro coletivo de uma turista suíça no centro do país. O ataque ocorreu na sexta-feira, quando a mulher de 39 anos estava com o marido. Os dois viajavam de bicicleta de Orchha a Agra, para visitar o Taj Mahal, um dos principais pontos turísticos do país. No meio do trajeto, de aproximadamente 250 km, decidiram acampar em uma área de floresta em Madhya Pradesh.

Inicialmente, cinco homens com idades entre 20 e 25 anos foram detidos. Na delegacia do distrito de Datia, onde o crime ocorreu, foram filmados e fotografados com os rostos cobertos. Um jovem de 19 anos, que também estaria envolvido no ataque, foi detido no estado vizinho de Uttar Pradesh.

A vítima declarou à polícia ter sido estuprada por quatro homens, que serão acusados de estupro coletivo. Os seis responderão por roubo, pois confessaram participação no crime, informou a polícia. No entanto, confissões conseguidas quando os suspeitos estão detidos não são aceitas como provas pelas cortes indianas. Segundo a agência Press Trust of India, pelo menos um dos detidos estava armado com um fuzil de caça.

Agressão – A polícia informou que o homem foi espancado e amarrado a uma árvore, antes que a mulher fosse atacada. O grupo também roubou um celular, um laptop e 10.000 rúpias (cerca de 185 dólares) do casal.

Saiba mais:

Saiba mais: Estupro coletivo de jovem incentiva transformação na Índia

jovem estudante indiana em Nova Délhi

Continua após a publicidade
Publicidade