Clique e assine a partir de 8,90/mês

Índia em estado de alerta após duas explosões

Por Guilherme Amorozo - 27 jul 2008, 22h24

As cidades mais importantes da Índia foram postas em estado de alerta máximo neste domingo, com temores de mais ataques depois de pelo menos 46 pessoas terem morrido em dois dias de explosões que atingiram uma cidade do oeste do país e outra no sul. Pelo menos 16 bombas explodiram no sábado na cidade de Ahmedabad, no estado de Gujarat, matando pelo menos 45 pessoas e ferindo 161. As mortes ocorreram um dia depois de outra seqüência de explosões em Bangalore ter matado uma mulher. A polícia informou que duas outras bombas não detonadas foram encontradas no domingo na cidade de Surat, um dos maiores centros mundiais de polimento de diamantes, também em Gujarat.

Um grupo pouco conhecido chamado “Mujahedins Indianos” reivindicou os ataques em Ahmedabad no sábado. O mesmo grupo afirmou ter realizado as explosões de bombas que deixaram 63 mortos na cidade de Jaipur, no oeste do país, em maio. É incomum que qualquer grupo reivindique a responsabilidade por ataques no país, mas a Índia diz suspeitar que grupos militantes do Paquistão e Bangladesh estejam por trás da onda de explosões de bombas nos últimos anos, cujos alvos vão desde mesquitas e templos hindus até trens.

(com agência Reuters)

Publicidade