Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Incêndio na Califórnia mata 5 pessoas e obriga 50.000 a deixar suas casas

Fogo se dispersa a velocidade de 80 campos de futebol por minuto; 20.000 hectares já foram queimados em pouco mais de 24 horas

Cerca de 50.000 pessoas tiveram de deixar suas casas depois que um enorme incêndio atingiu o norte da Califórnia na quinta-feira 8. Nas últimas horas, o fogo arrasou a cidade de Paradise, onde casas e edifícios públicos como igrejas e escolas foram completamente consumidos pelas chamas. Cinco pessoas mortas foram encontradas dentro de veículos da pequena cidade de Paradise.

O fogo já queimou mais de 20.000 hectares em pouco mais de 24 horas e segue avançando impulsionado pelo ressecamento do terreno e pelos fortes ventos que sopram na área, segundo os últimos dados do Departamento Florestal e de Proteção contra Incêndios do estado (Calfire).

Segundo a imprensa americana, o incêndio se espalha a uma velocidade de cerca de oitenta campos de futebol por minuto. Por enquanto não há confirmação de nenhuma morte, mas há vários desaparecidos e múltiplas pessoas sofreram queimaduras graves.

Ao longo da quinta-feira, os moradores dos povoados de Pulga, Magalia e Concow, no condado de Butte, tiveram de deixar suas casas, além da cidade de Paradise, de 26.000 habitantes, e as zonas rurais de Butte Creek Canyon e Butte Valley.

Na primeira hora desta sexta-feira, 9, autoridades locais emitiram ordens de retirada para partes da cidade de Chico, de 90.000 habitantes e para onde avançam as chamas.

A área afetada fica a 140 quilômetros de distância da capital da Califórnia, Sacramento, e a 280 quilômetros da área da baía de San Francisco, até onde chega a fumaça do fogo.

O vereador da câmara municipal de Paradise, Scott Lotter, que deixou a cidade com sua família, afirmou ao jornal The Sacramento Bee que “a cidade inteira está em chamas” e descreveu um cenário de “horror e caos” em que se encontram as estradas, lotadas pelo tráfego e carros abandonados.

O incêndio, batizado de “Camp Fire”, começou na primeira hora da manhã de ontem e se propagou rapidamente por um terreno muito seco e com a ajuda dos fortes ventos de até 80 quilômetros por hora que sopram nessa região.

O governador interino da Califórnia, Gavin Newsom, solicitou ao governo federal uma declaração presidencial de emergência que desbloquearia recursos físicos e financeiros adicionais para a área afetada.

Os incêndios de grandes proporções na Califórnia são cada vez mais frequentes e violentos. Quatro das cinco queimadas mais destrutivas da história do estado ocorreram nos últimos seis anos. Os dados oficiais começaram a ser registrados em 1932.

No último mês de setembro, os bombeiros deram por controlado o incêndio Mendocino Complex, ativo desde julho e considerado o maior dos já documentados na história da Califórnia.

(Com EFE)