Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Brincadeira perigosa de criança causou incêndio em NY

Fogo deixou ao menos doze mortos, entre eles quatro crianças; segundo prefeito, trata-se do pior incêndio dos últimos 25 anos

Por Da Redação Atualizado em 29 dez 2017, 16h25 - Publicado em 29 dez 2017, 14h36

O incêndio ocorrido em Nova York na noite da última quinta-feira foi causado por uma criança brincando com um fogão, disse Daniel Nigro, chefe dos bombeiros da cidade, nesta sexta-feira.  Em uma entrevista à rádio WNYC, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse que as chamas teriam começado “a partir de um acidente  uma criança que brincava com um fogão no primeiro andar do prédio”.

A construção de 26 apartamentos tinha ao menos seis registros de irregularidades de acordo com o código de edificações,  segundo a prefeitura.

Uma das infrações, datada de agosto deste ano, se referia a um detector de fumaça defeituoso em um apartamento do primeiro andar. Não há informações se o detector foi consertado à época ou se ele contribuiu para que as chamas se espalhassem pelo prédio.

“Eu sei que há dúvidas sobre as condições do edifício”, disse Blasio. “Baseado na investigação feita até o momento, parece que não havia nenhum problema com o prédio ou com os dispositivos anti-incêndio instalados ali”.

O incêndio, já controlado, começou por volta das 19h00 locais (22h00 de Brasília) e deixou doze mortos. Entre as vítimas estão crianças de um, dois e sete anos e o corpo de um menino ainda não identificado, além de quatro homens e quatro mulheres. 

  • Doze pessoas foram resgatadas pelos bombeiros com vida, das quais quatro estão seriamente feridas.  Segundo o prefeito, foi o pior incêndio em Nova York dos últimos 25 anos.  

    (com Reuters)

    Continua após a publicidade
    Publicidade