Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Incêndio em lixão de pneus na Espanha obriga a evacuação de 9 mil pessoas

O fogo produziu uma nuvem preta de fumaça tóxica, com substâncias que podem ser prejudiciais à saúde

Um incêndio de grandes proporções se originou nesta sexta-feira no maior lixão ilegal de pneus da Espanha, a 50 km de Madri. O fogo produziu uma espessa nuvem de fumaça tóxica e obrigou a evacuação de nove mil pessoas que vivem em um conjunto residencial na cidade de Seseña, onde o depósito fica localizado, de acordo com a rede BBC.

As autoridades da região mobilizaram os bombeiros de Madri, de Toledo e também helicópteros para tentar conter o incêndio. O corpo de bombeiros da capital orientou os moradores de 31 municípios nas proximidades do lixão a fecharem portas e janelas e tentarem se expor o mínimo possível à fumaça. Motoristas também foram aconselhados a não abrir as janelas dos carros, pois os resíduos no ar poderiam ser prejudiciais à saúde.

“Cerca de um quinto da instalação foi afetado até o momento. São milhares de toneladas de lixo que estão acumuladas”, explicou Luis Villarroel, responsável pelos bombeiros de Madri, em um vídeo publicado no Twitter.

Leia também:

Incêndio florestal no Canadá chega ao sétimo dia sem expectativa de contenção

Serviços de emergência foram contatados em Seseña à 1h da madrugada de sexta, no horário local. Dez times de bombeiros se encaminharam para a cidade e estão batalhando para apagar as chamas durante todo o dia. Algumas escolas permaneceram fechadas e, até o momento, não há ninguém ferido.

Em 2015, uma reportagem do jornal The Guardian informou que autoridades governamentais estavam procurando uma empresa para destruir e reciclar 90 mil toneladas de pneus que haviam sido descartados ilegalmente no local. Porém, não foram divulgadas mais informações sobre a evolução dos acordos.

(Com AFP)