Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Incêndio em escola de meninas na A.Saudita deixa 2 mortos e 32 feridos

Por Da Redação 19 nov 2011, 16h50

Riad, 19 nov (EFE).- Ao menos uma professora e uma estudante morreram neste sábado e outras 32 ficaram feridas, sendo quatro sem gravidade, em um incêndio de grandes proporções em uma escola para meninas na cidade de Jidá, no litoral saudita do Mar Vermelho.

O pânico levou alunas a pularem da janela do segundo andar do prédio. Algumas foram atendidas com asfixia por causa da fumaça inalada, informou a agência oficial de notícias saudita ‘SPA’.

Conforme autoridades locais, 12 equipes médicas foram formadas para atender as vítimas da tragédia. Parte dos profissionais seguiu diretamente para escola e o outro grupo recebe as pacientes no hospital para onde estão sendo levados os casos mais graves.

O governador da região de Meca, o príncipe Khalid Al-Faisal bin Abdulaziz, visitou a escola para saber detalhes das investigações preliminares e ordenou acelerar os trabalhos para descobrir a causa do incêndio.

Em março de 2002 ocorreu uma tragédia parecida no país, um incêndio atingiu uma escola também de meninas matando 15 e deixando 50 feridas na cidade de Meca.

Aquele episódio gerou uma grande polêmica no país. Testemunhas declararam que agentes da Polícia Religiosa impediram o resgate porque havia estudantes que não estavam cobertas da cabeça aos pés como exige o estrito código moral wahhabista que rege na Arábia Saudita. As autoridades do país negaram posteriormente essas informações. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade