Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Incêndio em avião força fechamento de aeroporto em Londres

Incidente atingiu Boeing 787 Dreamliner, modelo que já apresentou problemas com baterias. Aeronave estava vazia, estacionada em área remota de Heathrow

Um incêndio em um Boeing 787 Dreamliner da companhia Ethiopian Airlines forçou o fechamento do aeroporto de Heathrow, em Londres, por cerca de 90 minutos nesta nesta sexta-feira. A aeronave estava vazia no momento do incidente e ninguém ficou ferido, informou a rede britânica BBC.

O porta-voz do aeroporto afirmou que o fogo foi verificado na parte interna do avião, que estava estacionado em uma área afastada. Pousos e decolagens ficaram suspensos por mais de 1 hora, enquanto as equipes de emergência atuavam no local. O aeroporto de Gatwick recebeu alguns voos que tiveram de ser desviados e, por isso, apresentou atraso em algumas decolagens.

Em janeiro deste ano, cinco aeronaves do modelo Dreamliner tiveram problemas com o superaquecimento das baterias de íon de lítio. Os aviões desse modelo ficaram impedidos de operar até que a Boeing fizesse algumas alterações e trocasse as baterias. Os voos foram retomados em abril.

O Dreamliner foi apresentado como um avião silencioso, com bom aproveitamento de combustível e capacidade para transportar entre 201 e 290 passageiros em rotas de média distância. Ele deveria ter entrado em operação em 2008, mas foi apenas em outubro de 2011 que o primeiro voo comercial foi realizado pela companhia japonesa All Nippon Airways.

Um representante da Boeing afirmou que uma equipe do fabricante acompanhou os trabalhos em Heathrow e está trabalhando para descobrir a causa do incidente.