Clique e assine a partir de 9,90/mês

Imprensa pelo mundo destaca falsificação de Ferraris e Lamborghinis em SC

Polícia Civil de SC apreendeu na segunda-feira, 15, diversas partes de carros utilizadas na fabricação clandestina dos veículos de luxo

Por Da Redação - Atualizado em 18 jul 2019, 02h28 - Publicado em 17 jul 2019, 22h56

O fechamento de uma fábrica que produzia falsificações de carros das marcas Ferrari e Lamborghini na cidade de Itajaí, em Santa Catarina, foi destaque na imprensa internacional.

A Polícia Civil apreendeu na segunda-feira, 15, diversos chassis, moldes, ferramentas e fibras utilizadas na fabricação clandestina dos veículos de luxo, que eram montados por encomenda e tinham venda divulgada por meio de redes sociais.

Os agentes encontraram oito réplicas semimontadas que seriam comercializadas por até R$ 250 mil. Os modelos originais são vendidos por valores entre R$ 1,5 milhão e R$ 3 milhões, de acordo com a Polícia Civil.

Os donos do local, pai e filho que não tiveram os nomes divulgados, foram presos e vão ser indiciados por crimes contra a propriedade intelectual. Eles são considerados os principais falsificadores das marcas no Brasil.

Continua após a publicidade

A CNN destacou o crime cometido em família.

Reprodução/Reprodução

Já a FoxNews fez um trocadilho com o nome das marcas dos veículos apreendidos.

Reprodução/Reprodução

A Time também chamou um dos modelos de ‘Shamborghinis’, em referência a palavra Sham, que significa falso em inglês.

Reprodução/Reprodução

O inglês The Guardian ressaltou o valor de venda, muito abaixo do preço dos carros originais.

Continua após a publicidade
Reprodução/Reprodução

 

Publicidade