Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Imprensa mundial destaca tragédia: ‘Flamengo chora seus jovens’

Para o jornal esportivo 'Olé', 'o mundo do futebol não consegue encontrar paz' depois da tragédia no Rio de Janeiro

Por Da Redação - Atualizado em 8 fev 2019, 14h01 - Publicado em 8 fev 2019, 11h48

A imprensa internacional destacou o incêndio que na madrugada desta sexta-feira, 8, deixou 10 mortos e três feridos no Centro de Treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro. O jornal esportivo francês L’Equipe disse que o clube “chora seus jovens” depois das chamas atingirem o alojamento em que ficavam os jogadores da categoria de base do time.

Para o argentino Olé, “o mundo do futebol não consegue encontrar paz” depois do ocorrido nesta madrugada no Rio de Janeiro. “Vários dos jogadores que compõem o sub-20 da seleção brasileira pertencem ao Flamengo e tiveram a sorte de não sofrer o acidente por estar jogando o circuito sul-americano”, registra a publicação.

L’Équipe L'Équipe/Reprodução

O espanhol Marca fala em “tragédia no Rio de Janeiro“. O jornal também lembra que o Flamengo foi o time de base de Vinicius Jr., negociado para o Real Madrid por 45 milhões de euros e considerado uma das grandes promessas do futebol brasileiro.

Outros veículos da imprensa internacional, como o britânico The Guardian, o argentino La Nácion e a emissora americana CNN, também noticiam o incêndio.

Publicidade

O La Nación lembrou que a tragédia no centro de treinamento do Flamengo acontece apenas um dia depois de um “mortal temporal” no Rio de Janeiro, que deixou seis mortos.

“O Flamengo tem sua sede central no bairro da Gávea, em frente à Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio. Tanto essa área quanto a zona oeste da cidade foram as mais afetadas pela forte tempestade que atingiu a cidade entre quarta-feira à noite e ontem ao amanhecer”, diz a reportagem.

O Guardian relata a destruição deixada pelo incêndio no prédio. “Imagens aéreas mostram telhados de ferro distorcidos pelo fogo e pilhas de itens carbonizados. Árvores próximas também foram queimadas pelas chamas”, afirma o jornal.

The Guardian The Guardian/Reprodução

Já a CNN diz que o Flamengo “é um dos maiores e mais populares clubes do Brasil”. A emissora americana também compartilhou uma mensagem de luto publicada pelo time carioca em suas redes sociais.

Publicidade
CNN CNN/Reprodução

O espanhol El País falou sobre o desespero dos familiares que ainda procuram informações sobre a identidade das vítimas. “Alguns parentes dos jogadores de futebol se reuniram nas portas do Nido de Urubu em busca de informações. O pai de um dos jovens explicou que conseguiu contato com ele”, diz o jornal. 

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade
El País El País/Reprodução

O Le Monde reproduziu informações da imprensa brasileira, ainda não confirmadas pelas autoridades, de que as vítimas fatais seriam quatro funcionários e seis jogadores do Flamengo.

Le Monde Le Monde/Le Monde

 

Publicidade
Publicidade