Imprensa internacional zomba de eliminação da Alemanha na Copa

A eliminação alemã na etapa inicial de uma Copa do Mundo pela primeira vez na história do torneio causa indignação na imprensa do país

Por Da redação - Atualizado em 27 jun 2018, 16h16 - Publicado em 27 jun 2018, 13h57

A chocante derrota da seleção de futebol da Alemanha por 2 a 0 para a Coreia do Sul –um país sem tradição no futebol–, e a consequente eliminação da Mannschaft, como a seleção alemã é chamada em seu país, ainda na primeira fase da Copa do Mundo da Rússia em ultimo lugar do grupo ‘F’, gerou uma histeria pouco comum na imprensa teutônica.

O Die Welt, tradicional jornal berlinense estampava na manchete de sua versão online uma foto do desespero dos jogadores Mats Hummels e Mario Gomez com o título “Choque nos acréscimos! A Coreia do Sul chuta a Alemanha para fora da Copa do Mundo”

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
O jornal alemão WELT publica a saída da seleção na Copa do Mundo

O jornal alemão WELT publica a saída da seleção na Copa do Mundo Reprodução/.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O porta-voz do governo federal liderado por Angela Merkel, Steffen Seibert, tuitou através de sua conta oficial: “Não foi a nossa Copa do Mundo – isso é triste! Mas novos torneios virão, nos quais poderemos nos alegrar.”

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A rede de televisão internacional da Alemanha, a Deutsche Welle (DW), trazia on-line a manchete “Alemanha é expulsa da Copa do Mundo”. A rede lembra que esta é a primeira vez na história que a Alemanha é eliminada na primeira fase do torneio.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
O jornal alemão DW publica a saída da seleção na Copa do Mundo

O jornal alemão DW publica a saída da seleção na Copa do Mundo Reprodução/.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Já o semanário Die Zeit optou pela ironia em sua manchete: “Estou fazendo minhas malas… e levando a seleção alemã comigo”. No subtítulo o semanário prosseguia: “Alemanha é eliminada pela primeira vez na etapa cla de uma Copa do Mundo. E contra a Coreia do Sul!”

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Manchete do ‘Die Zeit’ após derrota e eliminação da Alemanha.

Manchete do ‘Die Zeit’ após derrota e eliminação da Alemanha. Reprodução/VEJA.com

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O tabloide Bild estampava em letras garrafais em sua capa: “FORA! Nosso pesadelo para a Copa do Mundo virou realidade”.

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
O jornal alemão ‘Bild’ publica a saída da seleção na Copa do Mundo

O jornal alemão ‘Bild’ publica a saída da seleção na Copa do Mundo Reprodução/.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mesmo o sisudo diário Süddeutsche Zeitung de Munique se valeu da infâmia: “Fora da Copa do Mundo? Kroos [continua] esperando pelo tiro livre”.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
O jornal alemão Suddeutsche Zeitung publica a saída da seleção na Copa do Mundo

O jornal alemão Suddeutsche Zeitung publica a saída da seleção na Copa do Mundo Reprodução/.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Por fim, a maior revista de notícias semanal do país foi sintética e direta em sua manchete, bem ao estilo alemão: “Alemanha está fora!”.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
O jornal alemão Spiegel publica a saída da seleção na Copa do Mundo

O jornal alemão Spiegel publica a saída da seleção na Copa do Mundo Reprodução/.

Repercussão internacional

A imprensa internacional pareceu se divertir com a eliminação da Alemanha na Copa do Mundo, após a derrota da seleção de Joachim Löw para a Coreia do Sul com o surpreendente placar de 2 a 0. “A Alemanha se tornou o quarto campeão a sair da fase de grupos nas últimas cinco Copas do Mundo. Moral da história: não vença a Copa do Mundo. Muito inteligente, Inglaterra!”, brinca o jornal britânico The Guardian.

Publicidade

O veículo também ironizou comentários sobre os alemães terem jogado melhor, pois tiveram mais chances de gol, mas não fizeram nenhum. “A Alemanha teve 28 chances. E daí?”, escreveu.

O também britânico The Telegraph foi ainda mais ácido. “A Alemanha, merecidamente, perdeu e está fora da Copa do Mundo na fase de grupos pela primeira vez na história”, disparou. O espanhol El País se posicionou na mesma linha. “Vitória justa para a Coreia, que defendeu com ordem y atacou com rapidez frente a uma Alemanha decepcionante”, escreveu.

A maioria dos jornais chamou atenção para o improvável resultado, uma vez que os alemães são os atuais campeões mundiais e a Coreia do Sul nunca chegou nem perto de receber o título. “Alemanha está indo para casa. Impressionante”, disse o americano The Washington Post.

Na América Latina, as palavras “eliminação” e “Alemanha” andavam sempre acompanhadas nos títulos. “Histórico: Alemanha perdeu para a Coreia do Sul e foi eliminada do Mundial na primeira fase”, anunciou o site de notícias Infobae da Argentina.

Publicidade

“Os coreanos ganharam e eliminaram o campeão do mundo”, disparou o também argentino La Nación. Na abertura do texto, detalham: “Desta vez não teve milagre como contra a Suécia e o campeão mundial volta para casa em uma fase em que ninguém imaginava que passaria por semelhante fiasco.”

O peruano El Comécio ressaltou a eliminação também em sua cobertura ao vivo. “Final de partida! O campeão mundial foi ELIMINADO!”, escreveu.

Publicidade