Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Imigrantes são encontrados mortos em barco na costa da Líbia

Operação de resgate que encontrou os corpos salvou outros 430 imigrantes que estavam na embarcação

Cerca de 50 imigrantes foram encontrados mortos no compartimento de carga de um barco na costa da Líbia nesta quarta-feira, informou a Guarda Costeira da Itália. A equipe da operação de resgate que encontrou os corpos conseguiu salvar 430 pessoas que estavam no barco.

A porta-voz da Guarda Costeira italiana disse que a embarcação sueca Poseidon, que trabalha com a Frontex, a agência de controle de fronteiras da União Europeia, partiu nesta quarta-feira para ajudar um barco em dificuldade e encontrou os corpos. Ainda não há informações sobre a causa das mortes.

Leia também:

Europeus anunciam 1,5 milhão de euros em ajuda a refugiados nos Bálcãs

Mil imigrantes entram na Hungria antes da conclusão de barreira na fronteira

Sérvia recebe até 3 mil refugiados por dia e pede ajuda para lidar com a crise

Milhares de pessoas, a maioria da África e do Oriente Médio, se lançaram ao mar neste ano na esperança de chegar à Europa, muitas vezes superlotando barcos pequenos e inadequados para cruzar o mar Mediterrâneo. Mais de 100.000 imigrantes chegaram à Itália só neste ano, mas acredita-se que pelo menos 2.300 morreram tentando fazer a travessia marítima.

Serviços de emergência receberam 10 pedidos de socorro de vários barcos nesta quarta-feira, todos em uma área cerca de 50 quilômetros distante da costa líbia, disse a porta-voz. Uma embarcação da Guarda Costeira italiana salvou 113 pessoas de um bote parcialmente desinflado. Mais cedo, o Poseidon havia resgatado 130 pessoas de outro bote e um navio mercante recolheu 225 pessoas em uma operação separada.

Há dez dias, uma operação de resgate italiana encontrou 49 mortos em um barco superlotado de imigrantes.

(Com Reuters)