Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Imigrantes protestam em estação de trem de Budapeste

Após fechamento do terminal, mais de 1.000 imigrantes foram impedidos de embarcar em trens para a Alemanha

Centenas de imigrantes protestaram nesta terça-feira na estação de trens de Budapeste, após serem impedidos de embarcar rumo à Alemanha. Por volta de 1.000 pessoas se instalaram no local, balançando seus bilhetes de viagem, batendo palmas e gritando: “Alemanha! Alemanha!”. Entre sexta-feira e domingo passado, as autoridades da Hungria detiveram cerca de 8.792 refugiados que cruzaram a fronteira com a Sérvia de forma ilegal, em uma das piores crises imigratórias já enfrentadas pela União Europeia.

Segundo informou o porta-voz do governo húngaro, Zoltan Kovacs, à agência Reuters, a estação de trem foi fechada para garantir o cumprimento das leis europeias, que exigem passaportes e vistos válidos para viajar pelo continente. Algumas horas depois, as portas foram reabertas, mas os imigrantes foram barrados por cerca de 100 policiais.

Leia mais:

Africanos são descobertos escondidos em carro ao tentar entrar na Espanha

Qual a diferença entre imigrantes e refugiados?

Pelo menos 20 refugiados morrem asfixiados dentro de caminhão na Áustria

A grande maioria dos refugiados e imigrantes entra na Europa pelo sul e leste do continente, mas está determinada a conseguir asilo em países mais ricos, do norte e oeste. Para tanto, eles precisam cruzar ilegalmente as fronteiras do continente, que não possui barreiras ou grandes sistemas de controle para impedi-los.

A Hungria é hoje um dos principais focos da crise imigratória e figura como uma das maiores portas de entrada para os imigrantes, que viajam através dos Balcãs para o resto da Europa. A decisão das autoridades locais de impedir o embarque de imigrantes foi uma inversão do que aconteceu ontem, quando trens lotados de imigrantes deixaram a Hungria e a Áustria em direção à Alemanha.

Enfrentando a maior onda imigratória deste os tempos da II Guerra Mundial, entre 1939 e 1945, os países europeus anunciaram no último domingo que terão uma reunião entre todos os ministros do Interior das nações da União Europeia (UE). O encontro será dia 14 de setembro em Bruxelas, na Bélgica, em busca de soluções para o agravamento da crise imigratória.

Vídeo: Imigrantes protestam por fechamento de estação de trem em Budapeste

(Da redação)