Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ilha espanhola onde vulcão está ativo registrou 184 terremotos em 24 horas

Tremor mais forte ocorreu na localidade de Villa de Mazo, que já havia sido palco de recorde desde o início da erupção do Cumbre Vieja, em 19 de setembro

Por Da Redação 26 out 2021, 11h58

A atividade do vulcão Cumbre Vieja, localizado na ilha espanhola de La Palma,  provocou 184 terremotos em 24 horas, 17 tendo sido sentidos pela população, segundo divulgou nesta terça-feira, 26, o Instituto Geográfico Nacional da Espanha

O de maior magnitude aconteceu às 2h05 desta terça-feira e teve magnitude de 4,2 graus na escala Richter. O tremor ocorreu na localidade de Villa de Mazo, onde no último sábado foi identificado outro de 4,9 graus, o mais intenso desde o início da erupção do Cumbre Vieja, em 19 de setembro.

Dos demais terremotos das últimas 24 horas, 80 tiveram magnitude igual ou superior a 3 graus na escala Richter, todos detectados em Fuencaliente e Villa de Mazo, onde se concentra a atividade sísmica da ilha.

Na noite de segunda-feira, o vulcão sofreu uma nova ruptura no cume, que provocou transbordamento de lava e desmoronamentos. O fluxo de magma foi deslocado, principalmente, para o oeste, sobre o principal que era expelido e sobre a montanha da cidade de Todoque.

Até o momento, rios de lava tomaram quase 800 hectares de terra, destruíram cerca de 2.000 edifícios e muitas plantações. Cerca de 7.000 pessoas tiveram que evacuar suas casas, mas graças ao rápido serviço de resgate local, não foram registrados ferimentos graves nem mortes.

As previsões afirmam que o tempo estimado em atividade seria entre 24 e 84 dias. No entanto, não há sinais de que o fim da erupção seja eminente, segundo o presidente das Ilhas Canárias, Angel Víctor Torres. “Estamos à mercê do vulcão. É o único que pode decidir quando isso acaba”, acrescentou.

A última erupção em La Palma ocorreu há 50 anos, sendo esta a terceira do século na ilha. Já a última erupção em todas as ilhas Canárias ocorreu num vulcão submarino na costa da ilha de El Hierro, em 2011, se estendendo por cinco meses.

Continua após a publicidade

Publicidade