Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Honda faz recall de 2,1 milhões de veículos por risco de incêndio

Modelos do Honda Accord estão convocados também no Brasil para troca de sensor de bateria

Por Da redação 14 jul 2017, 15h14

A Honda anunciou um recall de cerca de 2,1 milhões de veículos Honda Accord pelo mundo para substituir o sensor de bateria devido a riscos de incêndio.

Chris Martin, porta-voz da montadora japonesa, disse que o recall inclui 1,15 milhão de unidades produzidas entre 2013 e 2016 nos Estados Unidos e quase 1 milhão em outras localidades, para trocar um sensor de bateria de 12 volts.

No Brasil, estão convocados veículos de ano-modelo 2013 a 2016, com produção entre 18/07/2012 e 2/9/2015 e chassis de DA530001 a GA530010.

A empresa disse que recebeu quatro relatos de incêndios do compartimento do motor nos EUA e pelo menos um no Canadá, em regiões que usam quantidades significativas de sal nas estradas durante o inverno. Não foram relatadas lesões.

A montadora recebeu ainda 3.972 reivindicações de garantia relacionadas com a falha.

Continua após a publicidade

Os sensores de bateria podem não estar suficientemente vedados contra umidade, disse a Honda. Com o tempo, a umidade pode impregnar o sensor com sal das rodovias ou outros materiais, causando ferrugem, eventual curto-circuito do sensor e, em casos extremos, incêndio. A falha pode levar a danos materiais e lesões graves ou até mesmo fatais aos ocupantes e/ou terceiros.

 

SERVIÇO

A substituição do item pode ser realizada em qualquer concessionária autorizada da marca no Brasil a partir de 30 de agosto.

O agendamento do serviço deve ser feito pelo site www.honda.com.br/recall ou pelo 0800-701-3432 (segunda a sexta-feira, das 8h às 20h; e sábado, das 9h às 14h – horário de Brasília).

Os endereços das concessionárias Honda estão disponíveis em www.honda.com.br/concessionarias.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade