Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Homem morre em ataque de tubarão na Austrália

Britânico de 50 anos de idade foi ferido na perna direita e não resistiu

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h50 - Publicado em 9 set 2014, 14h16

Um homem morreu nesta terça-feira vítima de um ataque de tubarão em Byron Bay, uma praia popular da costa norte de Nova Gales do Sul, na Austrália. O britânico Paul Wilcox, de 50 anos, foi mordido na perna direita, logo acima do joelho, não resistiu ao ferimento e morreu no local.

Wilcox, que morava na Austrália, nadava em Clarke’s Beach, tida como um dos pontos mais seguros da costa, a cerca de 15 a 20 metros da areia, segundo autoridades. Um médico que estava na praia ainda tentou salvá-lo, mas em vão.

Os ferimentos ainda estão sendo examinados para tentar identificar o tamanho e a espécie do animal. Autoridades acreditam tratar-se de um grande tubarão branco. Um exemplar de aproximadamente 4 metros foi filmado na área, segundo o jornal britânico Daily Telegraph. As praias ao redor de Byron Bay foram fechadas por 24 horas e os banhistas foram advertidos para não entrar no mar.

A região é uma das mais concorridas do litoral australiano. São mais de 1 milhão de visitantes por ano. Tubarões são comuns neste trecho da costa, mas ataques são raros – o último fatal foi registrado há 21 anos.

Em outros pontos da Austrália, ataques de tubarão são mais comuns. Em abril deste ano, uma mulher que nadava com o marido na costa sudeste foi morta. Em novembro de 2013, foram duas mortes, de um jovem de 19 anos, que praticava bodyboarding na costa leste, e de um homem de 35 anos, atacado enquanto surfava na costa oeste.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade