Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem morre em acidente com asa-delta em São Conrado

Instrutor fazia voo duplo com uma turista, que conseguiu se salvar por ter ficado presa no paraquedas de emergência

Um acidente durante um voo de asa delta deixou um morto nesta terça-feira na Estrada das Canoas, em São Conrado, zona oeste do Rio de Janeiro. O instrutor Vanderlei Nascimento Coelho, conhecido como Delei, de 35 anos, saltou da Pedra Bonita e fazia um voo duplo com uma turista quando teria notado um problema no equipamento. Tentou ainda acionar o paraquedas de emergência, que não funcionou. Os dois caíram e ele morreu na hora – ela só se salvou porque ficou presa no paraquedas.

A polícia agora investiga imagens de uma câmera fotográfica e de uma filmadora de Delei em busca de detalhes que possam esclarecer as causas do acidente. Outros instrutores que estavam no local devem ser ouvidos, assim como a turista que sobreviveu e foi levada para o hotel onde está hospedada, em estado de choque. O instrutor era experiente, habilitado para este tipo de atividade há mais de 15 anos.

Outro caso – O caso desta terça-feira lembra outro acidente que ocorreu em março deste ano, também em São Conrado. Priscila Boliveira morreu ao cair de um parapente, enquanto realizava um voo duplo com um instrutor. A uma altura de cerca de 20 metros, ela teria escorregado da cadeira de segurança do equipamento, que não estaria devidamente travada. O piloto de voo livre Alan Figueiredo foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção) por negligência no acidente.

LEIA TAMBÉM:

Lei proíbe venda de voo duplo em parapente