Clique e assine a partir de 9,90/mês

Homem morre em acidente com asa-delta em São Conrado

Instrutor fazia voo duplo com uma turista, que conseguiu se salvar por ter ficado presa no paraquedas de emergência

Por Da Redação - 14 ago 2012, 15h32

Um acidente durante um voo de asa delta deixou um morto nesta terça-feira na Estrada das Canoas, em São Conrado, zona oeste do Rio de Janeiro. O instrutor Vanderlei Nascimento Coelho, conhecido como Delei, de 35 anos, saltou da Pedra Bonita e fazia um voo duplo com uma turista quando teria notado um problema no equipamento. Tentou ainda acionar o paraquedas de emergência, que não funcionou. Os dois caíram e ele morreu na hora – ela só se salvou porque ficou presa no paraquedas.

A polícia agora investiga imagens de uma câmera fotográfica e de uma filmadora de Delei em busca de detalhes que possam esclarecer as causas do acidente. Outros instrutores que estavam no local devem ser ouvidos, assim como a turista que sobreviveu e foi levada para o hotel onde está hospedada, em estado de choque. O instrutor era experiente, habilitado para este tipo de atividade há mais de 15 anos.

Outro caso – O caso desta terça-feira lembra outro acidente que ocorreu em março deste ano, também em São Conrado. Priscila Boliveira morreu ao cair de um parapente, enquanto realizava um voo duplo com um instrutor. A uma altura de cerca de 20 metros, ela teria escorregado da cadeira de segurança do equipamento, que não estaria devidamente travada. O piloto de voo livre Alan Figueiredo foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção) por negligência no acidente.

LEIA TAMBÉM:

Continua após a publicidade

Lei proíbe venda de voo duplo em parapente

Publicidade