Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem é detido depois de tentar detonar falsa bomba

Segundo o FBI, o bengalês de 21 anos disse ter ligações com a Al Qaeda

Um homem identificado pela polícia como Quazi Mohammad Rezwanul Ahsan Nafis, bengalês de 21 anos, foi preso nesta quarta-feira nos Estados Unidos suspeito de ligações com o grupo terrorista Al Qaeda. A prisão ocorreu depois de uma tentativa de detonar o que o suspeito acreditava ser uma bomba colocada em um carro em frente à sede do Federal Reserve em Nova York, informaram autoridades americanas.

Segundo o FBI, o Departamento Federal de Investigações americano, não houve nenhuma situação de risco, uma vez que Nafis estava sendo vigiado. Depois de estacionar o veículo e caminhar até um hotel próximo ao prédio do Fed, ele tentou acionar a bomba, sendo imediatamente detido. Duas pessoas que ele achava que fossem seus cúmplices – e que haviam fornecido a ele os falsos explosivos – eram, na verdade, um informante e um agente disfarçado do FBI.

A promotoria federal do Brooklyn, encarregada do caso, informou que o bengalês chegou aos Estados Unidos no início deste ano com o objetivo de realizar um ataque terrorista.

Saiba mais:

EUA vão patrocinar comando contra extremistas na Líbia

Ele responderá por tentativa de uso de arma de destruição em massa e por fornecer material à Al Qaeda – segundo os agentes, ele confessou estar ligado ao grupo terrorista.

Vídeo – Antes da tentativa de ataque, o homem gravou um vídeo no qual dizia: “não vamos parar até que alcancemos a vitória ou virarmos mártires”.

(Com Agência France-Presse)