Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem com faca mata 2 pessoas e deixa ao menos 16 feridos no Japão

Ataque ocorreu em Kawasaki; menina de 12 anos morreu e feridos são estudantes de escola primária

Ao menos duas pessoas, incluindo uma menina de 12 anos, morreram nesta terça-feira, 28, em um ataque com faca próximo à estação de trens de Kawasaki, no Japão. O esfaqueador deixou ainda 16 crianças feridas e se matou logo depois.

“Um homem os esfaqueou. Recebemos um chamado de emergência (…) afirmando que quatro estudantes de uma escola primária estavam feridos”, disse Dai Nagase, porta-voz do departamento de Bombeiros de Kawasaki.

“É um incidente terrível”, declarou o porta-voz do governo Yoshihide Suga.

Kiyoshi Matsuda, subdiretor do Hospital Musashi Kosugi, revelou à imprensa que os mortos são uma estudante de 12 anos e um homem de 39 que não resistiram aos ferimentos provocados pelo ataque. O homem assassinado, ao que parece, é o pai de uma das crianças que estavam no local informou o canal NHK.

Após a ação, o agressor suspeito se esfaqueou e morreu no local. Ele foi identificado por testemunhas como um homem de por volta de 50 anos.

Uma testemunha disse à emissora que viu “um homem com uma faca”. “Não foi possível vê-lo claramente, mas aparentemente feriu a ele mesmo com a faca”.

A NHK noticiou que duas facas foram encontradas no local. Imagens de TV mostraram numerosos automóveis da polícia, ambulâncias e carros de bombeiros. Barracas para o atendimento de emergência foram instaladas no parque próximo.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em visita ao Japão, disse que os americanos “estão com o povo japonês” e manifestou “nossas orações e nossa simpatia às vítimas do ataque”. Os americanos lamentam “pelas vítimas e por seus familiares”.

Um homem disse à NHK que escutou o barulho das ambulâncias e viu “que havia uma pessoa “caída no chão, sangrando, próximo a uma parada de ônibus”.

A mesma testemunha revelou que em “outra parada de ônibus, muito próxima de uma escola primária”, viu alunos caídos. “Este é um bairro muito tranquilo, é assustador que isto possa acontecer”.

O Japão tem uma das menores taxas de crimes violentos entre os países desenvolvidos e os ataques em massa são extremamente raros. Os casos conhecidos geralmente são praticados com armas brancas.

Em 2019, um homem foi detido no centro do Japão após matar uma pessoa a facadas e ferir outras duas no conhecido trem bala, incidente que motivou o reforço das medidas de segurança nesta linha de alta velocidade.

Já em 2016, um homem armado com um punhal matou 19 pessoas em um centro de apoio psicológico no sul de Tóqui, no que descreveu como uma missão para livrar o mundo de cidadãos com problemas mentais.

No ano de 2008, um jovem de 28 anos matou sete pessoas e feriu outras dez ao atacar aleatoriamente nas ruas de Tóquio, inicialmente atropelando com um caminhão para posteriormente utilizar uma faca.

(Com AFP)