Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Homem abre fogo em hospital e deixa dois mortos

Vítimas são um médico e o próprio atirador, diz um funcionário do Pentágono

Um homem abriu fogo na noite desta terça-feira em um hospital militar localizado na cidade de El Paso, no Estado do Texas, no sudoeste dos Estados Unidos. O próprio atirador e outra pessoa morreram no local. As autoridades não informaram se o atirador se suicidou ou se ele foi baleado por um agente de segurança. As identidades das vítimas não foram reveladas.

Um funcionário do Pentágono, que falou com a rede CNN sob a condição de anonimato, disse que um médico foi baleado pelo atirador, que se suicidou em seguida. “Todas as outras pessoas que estavam no hospital estão seguras”, disse o major-general Stephen M. Twitty, que não confirmou o suicídio do atirador. “Tudo está sob controle e não há nenhuma ameaça imediata na região ou na comunidade local”, disse. O FBI (a polícia federal americana) assumiu a investigação para apurar o que aconteceu.

Leia também

Bebê de dois anos atira e mata acidentalmente sua mãe

Atirador mata oito e comete suicídio no Canadá

Um porta-voz do Centro Médico Militar William Beaumont, comunicou que a área foi isolada e afirmou que os funcionários da instituição estão muito tristes pelo acontecimento. “Vamos continuar a cooperar plenamente com as autoridades civis e militares. A segurança e os cuidados de nossos pacientes e funcionários terão todo o nosso foco nesta situação”, disse.

(Com Estadão Conteúdo)