Clique e assine a partir de 9,90/mês

Hollande confirma: vai fechar acampamento de imigrantes em Calais

A França planeja transferir os imigrantes em pequenos grupos para outros pontos ao redor do país e pede ajuda do governo britânico

Por Da redação - 26 set 2016, 13h59

O presidente francês, François Hollande, disse nesta segunda-feira que a França irá fechar por completo o acampamento de imigrantes em Calais e pediu ajuda do governo britânico para lidar com a situação de milhares de pessoas que sonham em chegar ao Reino Unido. “A situação é inaceitável e todos aqui sabem disso”, disse Hollande, durante visita à cidade portuária onde imigrantes de países como Síria, Iraque e Afeganistão vivem em condições precárias. “Precisamos desmontar o acampamento completa e definitivamente”, disse.

LEIA TAMBÉM:
Voluntários do acampamento de Calais são acusados de abuso sexual
Londres levantará muro de 4 metros para conter imigração
Paris anuncia construção de campos para receber 1.000 refugiados

A França planeja transferir os imigrantes em pequenos grupos para outros pontos ao redor do país, mas a oposição de direita acusa o líder socialista de má administração de um problema, que, em última análise, seria britânico. Os imigrantes querem alcançar o Reino Unido, mas Londres argumenta que imigrantes que buscam asilo precisam fazê-lo, sob as leis da União Europeia, no país de entrada.

A imigração foi uma das principais questões do plebiscito que decidiu a saída do Reino Unido da União Europeia. O tema também deve ser um fator de peso na eleição presidencial francesa. O acampamento conhecido como Selva de Calais abriga cerca de 10.000 pessoas atualmente, na região portuária. A cidade  francesa é passagem natural entre o continente europeu e as ilhas britânicas e desde 2002 recebe milhares de imigrantes que tentam atravessar o Canal da Mancha.

(Com Reuters)

Publicidade