Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Hollande acusa Sarkozy de radicalizar o discurso por votos

Para candidato socialista, o atual presidente tenta seduzir a extrema-direita para ganhar o eleitorado de Marine Le Pen, 3ª colocada no 1º turno das eleições

Por Da Redação 25 abr 2012, 04h33

François Hollande, candidato socialista à presidência da França e vencedor do primeiro turno das eleições, acusou nesta quarta-feira o seu rival, Nicolas Sarkozy, de ter radicalizado o seu discurso de campanha para atrair o voto dos eleitores da ultradireitista Marine Le Pen, a terceira colocada no pleito.

“Ele pretende seduzir os dirigentes da extrema-direita. Cada um faz a campanha que quiser, mas acho que a próxima presidência deve ser para unir, não para dividir”, avaliou Hollande para a televisão pública France 2. O candidato socialista assegurou que não tem a intenção de mudar seu discurso e chegou a afirmar que o atual presidente Sarkozy se comporta como um “cata-vento” que muda de ideias em função dos ventos.

Hollande afirmou entender as queixas dos eleitores que apostaram em Marine Le Pen no primeiro turno, realizado no último domingo, quando a candidata alcançou a surpreendente marca de 18% dos votos, o melhor resultado já conquistado por essa corrente política. O candidato socialista também aproveitou para acusar Sarkozy de ter pressionado empresários franceses para que atrasassem seus planos de demissões para depois das eleições presidenciais, no dia 6 de maio.

Leia mais: Eleitores da extrema-direita serão decisivos no segundo turno

Sarkozy – Apesar das acusações de Hollande, Sarkozy negou que vá promover acordos com a Frente Nacional (FN), o partido de extrema-direita da França, para se manter no Palácio do Eliseu. “Não haverá ministros da FN, nunca quis isso. Os 18% dos franceses que votaram em Marine Le Pen não pertencem a ela, e devo dirigir-me a eles”, afirmou o presidente na rádio France Info.

Sete passos para entender os rumos das eleições na França:

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade