Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Hillary Clinton lidera corrida presidencial americana, aponta pesquisa

Segundo o estudo, a democrata conta com 48% das intenções de voto nas eleições gerais, contra 40% do republicano Jeb Bush

Por Da Redação
23 jun 2015, 19h49

De acordo com uma pesquisa realizada pela emissora NBC News e pelo jornal Wall Street Journal, Hillary Clinton conta com uma ampla vantagem para vencer as eleições primárias pelo Partido Democrata e, se as estimativas permanecerem as mesmas até 2016, Hillary também deve derrotar seus adversários nas eleições gerais.

A análise mostrou que a ex-primeira-dama estaria com 75% das intenções de voto de seu partido, seguida de longe pelo socialista Bernie Sanders, com 15%. A pesquisa consultou 1.000 eleitores sobre suas opiniões a respeito dos potenciais presidentes, de ambos os partidos. Os resultados mostram Hillary vencendo as eleições gerais com 48% dos votos, contra seu oponente republicano Jeb Bush, que figura com 40% das intenções de voto. Também foi constatado que 92% dos prováveis votantes do Partido Democrata apoiariam Hillary nas gerais.

Leia mais:

Hillary Clinton lança sua pré-candidatura à presidência e ataca grandes fortunas

Obama já é mais impopular que Bush, diz pesquisa da CNN

Continua após a publicidade

Para o Partido Republicano, as previsões em relação às primárias colocam Bush à frente, com 22% das intenções de voto, seguido pelo governador do estado de Wisconsin, Scott Walker (17%) e pelo senador da Flórida, Marco Rubio (14%). Em um cenário de confronto entre Hillary e Walker nas eleições gerais, a democrata ganharia com 51% dos votos, contra 37% do republicano. Em uma disputa com Rubio, os resultados seriam de 50% para a ex-primeira-dama e 40% para seu oponente.

Essa pesquisa deve estimular a campanha de Hillary Clinton, que começou ameaçada pelo escândalo envolvendo o uso de uma conta pessoal de e-mail para assuntos oficiais. Uma pesquisa realizada no início do mês pela ABC News e pelo jornal The Washington Post mostrou um declínio nas intenções de voto para a candidata democrata: 47% contra 44% de Bush, enquanto em março a diferença era de 53% contra 41%.

(Da redação)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.