Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hezbollah nega participação em ataques a alvos israelenses

Grupo foi acusado por Israel de estar por trás de atentados a diplomatas

O secretário-geral do partido xiita libanês Hezbollah, xeque Hassan Nasrallah, negou nesta quinta-feira que o grupo esteja envolvido nos ataques contra funcionários das embaixadas israelenses em Índia, Geórgia e Tailândia ocorridos nesta semana.

“Nós, do Hezbollah, não estamos envolvidos nesses ataques”, ressaltou Nasrallah em alusão às acusações de Israel ao Irã e ao grupo radical islâmico. Em uma videoconferência, o xeque argumentou que “o sangue de Imad Mugniyeh (combatente libanês que durante a década de 1980 colaborou estreitamente com o braço armado do grupo) ainda não secou e nunca secará, mas o Hezbollah não vai matar nem gente comum nem diplomatas”.

Sobre este tema, Nasrallah voltou a advertir que a Resistência Islâmica, braço armado do Hezbollah, se vingará “com dignidade'”do assassinato de Mugniyeh, ocorrido em 2008 e cujo autor, segundo o partido, foi o Mossad, o serviço secreto israelense.

(Com agência EFE)