Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hamas liberta mais de 150 presos pelo Ramadã

O movimento palestino Hamas, no poder na Faixa de Gaza, libertará mais de 150 prisioneiros em ocasião do mês de jejum muçulmano do Ramadã, anunciou neste sábado o grupo islamita em um comunicado.

O governo do Hamas “libertará 159 detidos (…) em ocasião do mês sagrado do Ramadã”, declarou citado em um comunicado Islam Chahuan, ministro do Interior do Hamas, durante um discurso em uma prisão.

Essas libertações são “um presente” do chefe do governo de Hamas, Ismail Haniye, para os presos comuns e exclui os presos políticos, acrescentou.

O Hamas, que tomou o poder no enclave palestino em 2007, costuma liberar prisioneiros durante o mês sagrado do Ramadã.

Durante o mês do Ramadã, os muçulmanos não podem comer, beber, fumar nem manter relações sexuais do amanhecer ao pôr do sol.