Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hackers do governo norte-coreano invadem sistema militar do sul

O país ditatorial já havia sido acusado de invadir agências estatais do Sul, mas é a primeira vez que alcançam documentos do exército

O comando cibernético militar da Coreia do Sul, cujo objetivo é proteger o país de invasões digitais, pode ter sido violado por seus vizinhos da Coreia do Norte, informou o exército à rede BBC. Autoridades acreditam que informações confidenciais foram roubadas, mas não está claro quais dados chegaram a ser acessados.

“Parece que o servidor de intranet do comando cibernético foi contaminado com malware. Descobrimos que alguns documentos militares, inclusive confidenciais, foram hackeados”, disse um porta-voz militar à agência de notícias Yonhap. O país do ditador Kim Jong-Un já foi acusado de hackear agências estatais, bancos e empresas de mídia de Seul, mas é a primeira vez que teria alcançado o exército sul-coreano.

No passado, Pyongyang negou qualquer envolvimento com crimes digitais, porém, segundo a BBC, acredita-se que há milhares de pessoas a serviço do governo ditatorial dedicadas a “guerra cibernética”. De acordo com o governo sul-coreano, a parte da rede afetada pelo ataque recente já foi isolada para evitar novos roubos.

Uma campanha para plantar códigos malignos nos sistemas de Seul teria iniciado em 2014, com o objetivo de preparar um ataque em grande escala para o futuro, informaram fontes policiais à agência Reuters. No início deste ano, o governo sul-coreano também acusou o país vizinho de roubar informações de cerca de dez oficiais de Seul ao invadirem seus smartphones.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Não sei o que falta pra encherem esse país de bomba?

    Curtir

  2. Falta só a China deixar, Milton Pita!

    Curtir

  3. heron Malaghini

    Quando vejo norte coreanos sinto pena

    Curtir