Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Gripe repetitiva’ de Chávez esconde problemas maiores, diz jornalista

Nelson Bocaranda revelou que o presidente sofria de câncer no ano passado enquanto Caracas se esforçava para esconder a verdade

Após anunciar que o câncer diagnosticado na região da pélvis do ditador Hugo Chávez avançou além do esperado e que não tem possibilidades de cura, o respeitado jornalista venezuelano Nelson Bocaranda divulgou que a ‘gripe repetitiva’ que vem acometendo o tirano – e o obriga a se afastar, de tempos em tempos, da campanha eleitoral – esconde problemas de saúde maiores. Segundo Bocaranda, o caudilho teria viajado por duas vezes a Havana nas últimas semanas para se tratar.

Leia mais:

Conheça o candidato da oposição na Venezuela

À caça de votos, Chávez entrega casas na TV

Bocaranda, que revelou que o presidente sofria de câncer no ano passado enquanto Caracas se esforçava para esconder o caso, publicou em seu blog RunRun.es que a “campanha eleitoral do mandatário que quer se reeleger sofrerá algumas mudanças nos próximos dias”. O ditador venezuelano, que diz estar ‘totalmente livre’ do câncer, raramente faz aparições públicas – grande parte de seu contato com os eleitores é realizado por meio de entrevistas telefônicas a rádios e emissoras estatais.

Pouco após o ditador assumir que as eleições na Venezuela serão ‘mais apertadas’ do que ele pensava, Bocaranda destacou que as ‘angústias recentes’ não estão ajudando a melhorar seu estado de saúde.

Chávez, por sua vez, negou ontem que esteja passando por dificuldades de saúde, enfatizando que está recuperado e com ‘boa saúde’. “Aqui estou lutando. Sinto ânimo, estou otimista, tenho confiança no que fazemos e no que vamos fazer da vida”, disse em uma entrevista concedida a um programa de rádio local.