Clique e assine a partir de 9,90/mês

Grife italiana acusa filha de Donald Trump de plágio

Na semana passada, a esposa do magnata com acusada de copiar trechos do discurso da primeira-dama Michelle Obama

Por Da redação - Atualizado em 25 jul 2016, 21h19 - Publicado em 25 jul 2016, 21h05

Uma semana após o escândalo envolvendo o discurso de Melania Trump na Convenção Nacional do Partido Republicano na semana passada, uma nova acusação de plágio afeta a família Trump. Desta vez, o centro da polêmica é a filha do magnata nova-ioquino. A grife de sapatos de luxo italiana Aquazzura está processando a marca de Ivanka Trump por copiar o design de um de seus modelos.

LEIA TAMBÉM:
Mulher de Trump plagia discurso de Michelle Obama

O objeto da ação é “Wild Thing” (Coisa Selvagem, em tradução livre), uma sandália da Aquazzura de tiras e salto fino vermelha, de amarração no tornozelo e detalhe dos dedos. O original da marca italiana custa 785 dólares (cerca de 2.500 reais), enquanto a versão de Ivanka Trump sai por 145 dólares, equivalente a 475 reais.

“Tentando alcançar o mesmo sucesso da Aquazzura, mas sem querer dedicar o mesmo trabalho árduo criativo, os réus decidiram copiar designs famosos do requerente”, diz o texto do processo.

Em abril, Ivanka teve de lidar com um recall de 20.000 echarpes de sua marca depois que a Comissão de Segurança de Produtos ao Consumidor dos Estados Unidos considerou que o produto tinha alto risco de pegar fogo.

Continua após a publicidade

Aos 34 anos, Ivanka trabalha nos negócios da família e fundou sua própria marca de acessórios em 2012 – desde então, já foi acusada de plágio algumas vezes. Na adolescência, ela também atuou como modelo e foi capa de diversas revistas.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade