Clique e assine com 88% de desconto

Greenpeace chama de “indecente” a promesa feita por Dilma nos EUA

Organização de defesa do meio-ambiente lamentou que o cumprimento da lei seja a maior ambição apresentada pela presidente em Washington

Por Da Redação - 30 jun 2015, 17h07

A organização de defesa do meio-ambiente Greenpeace classificou como “indecente” a promessa feita pela presidente Dilma Rousseff após ter se reunido, nesta terça-feira, com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, no Salão Oval da Casa Branca. Dilma propagandeou um acordo ambiental firmado com Washington e afirmou que seu governo se comprometerá com o reflorestamento de 12 milhões de hectares até 2030. Segundo o Greenpeace, a meta estabelecida pela presidente “é cerca de metade do exigido pelo atual Código Florestal para zerar nosso passivo ambiental”. A organização também lamentou que a maior ambição demonstrada por Dilma nos Estados Unidos seja assegurar o cumprimento da lei e combater o desmatamento ilegal. “Cumprir a lei é o mínimo que se espera de uma presidente, o que torna absurdo tentar fazer com que isso seja apresentado como objetivo ambicioso – e, depois, caso venha a se tornar realidade, [seja] vendido [pelo governo] como grande conquista”.

Leia também:

Uniforme ou pijama?

Ministro da Defesa diz que Brasil e EUA vivem ‘nova fase’ no setor

Publicidade

Obama leva Dilma a memorial de Martin Luther King e oferece jantar na Casa Branca

(Da redação)

Publicidade