Clique e assine a partir de 9,90/mês

Grã-Bretanha enviará navio de guerra às Malvinas

Governo nega que motivo seja tensão com Argentina por soberania das ilhas

Por Da Redação - 31 jan 2012, 09h15

A Grã-Bretanha enviará às ilhas Malvinas nos próximos meses um de seus navios de guerra mais modernos da Royal Navy (Marinha), informou nesta terça-feira o Ministério de Defesa britânico. Trata-se do destróier HMS Dauntless, que nos próximos meses vai partir em direção ao Atlântico Sul e substituirá a fragata britânica “HMS Montrose”, acrescentou o Ministério.

Leia também:

Leia também: Malvinas: apoio brasileiro à Argentina é antigo, diz governo

O Ministério da Defesa disse que a troca de embarcações já estava programada. “O deslocamento do HMS Dauntless ao Atlântico Sul está previsto há tempos, é totalmente de rotina e substituirá outro navio de patrulha”, declarou um porta-voz da Marinha citado em um comunicado divulgado pelo ministério. Seu navio gêmeo, HMS Darging, foi enviado recentemente ao Golfo para sua primeira missão em meio a tensões crescentes com o Irã e depois da ameaça de Teerã em bloquear o estreito de Ormuz, uma rota de trânsito fundamental para o fornecimento de petróleo mundial. Estes destróieres transportam mísseis antiaéreos Sea Viper e helicópteros do tipo Chinook.

Continua após a publicidade

A decisão coincide com um momento de tensão entre a Grã-Bretanha e a Argentina pela soberania das ilhas, que levou o primeiro-ministro britânico, David Cameron, a aumentar a presença militar na região. Em 2012, completam-se 30 anos da guerra entre os dois países pela posse das Malvinas, que terminou em 14 de junho de 1982 com a rendição da Argentina. No conflito bélico, morreram 255 militares britânicos e mais de 650 argentinos.

(Com agências EFE e France-Presse)

Publicidade