Clique e assine a partir de 9,90/mês

Governo haitiano deseja construir um país resistente às catástrofes

Por Da Redação - 13 jan 2012, 19h05

Porto Príncipe, 13 jan (EFE).- O primeiro-ministro do Haiti, Garry Conille, disse nesta sexta-feira que seu Governo quer fazer da pobre nação caribenha, afetada em 2010 por um devastador terremoto, um país resistente às catástrofes naturais.

Conille declarou que ‘a prevenção deve ser imposta aos haitianos como um elemento essencial para que tudo corra bem no marco da reconstrução da nação’.

Por outra parte, o chefe de Governo ressaltou que ‘as experiências trágicas que a população acaba de viver durante os dois últimos anos lembram a cada dia, que o risco zero não existe’.

Conille participou hoje em um fórum que procura otimizar o nível de informação de vários atores sobre o processo de reconstrução que foi iniciado por causa do terremoto do dia 12 de janeiro de 2010.

O país caribenho lembrou na quinta-feira o fatídico dia no qual um terremoto de 7 graus na escala Richter deixou mais de 300 mil mortos, outros tantos feridos e 1,5 milhão de desabrigados em Porto Príncipe e outras cidades próximas.

No fórum participaram, entre outros, o ministro do Planejamento e Cooperação externa, Jude Hervé Day; o representante da ONU para questão humanitária, Nigel Fischer; assim como várias personalidades da Câmara do Comércio e Indústria, e embaixadores credenciados no Haiti. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade