Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo egípcio diz que Junta Militar ainda não decidiu se aceita renúncia

Cairo, 21 nov (EFE).- O ministro da Informação egípcio, Osama Heikal, disse nesta segunda-feira que o Conselho Supremo das Forças Armadas ainda não aceitou a demissão do governo, apresentada no domingo, e acrescentou que o Executivo seguirá exercendo suas funções até que a Junta Militar decida a respeito.

‘A demissão foi apresentada porque a maioria dos ministros viu que estava enfrentando grandes pressões que impediam o exercício das funções’, disse Heikal à agência oficial ‘Mena’.

Devido a essas pressões, o titular de Informação explicou que ‘é necessário ou dar outra oportunidade ao governo ou formar um novo’.

No entanto, segundo afirmou à Agência Efe um porta-voz de um dos partidos do governo, que pediu para não ser identificado, a cúpula militar já aceitou a renúncia do Executivo, mas não confirmou a demissão oficialmente.

A mesma fonte disse que a Junta Militar pediu aos ministros que continuem em seus postos até que o novo governo seja designado.

O vice-primeiro-ministro do governo egípcio, Ali Al Selmy, disse nesta segunda-feira que as eleições parlamentares, que deverão começar dentro de uma semana, ‘vão ser realizadas na data programada, mesmo se for formado um novo Executivo’.

EFE

er-mf/mm