Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo de união nacional liderado por opositor é formado no Iêmen

Um novo governo iemenita liderado pelo líder opositor Mohamed Basindaua foi designado nesta quarta-feira, segundo um decreto publicado em Sanaa.

O novo gabinete, que conta com 34 ministros que representam em partes iguais a oposição e o até hoje governante Congresso Popular Geral (CPG), dirigirá o país até que o presidente Ali Abdullah Saleh deixe o poder em fevereiro, conforme previsto no acordo para pôr fim à crise concluído no dia 23 de novembro em Riad.

Os atuais ministros das Relações Exteriores e da Defesa permanecerão em seus cargos, mas o Ministério do Interior ficará nas mãos de Abdelqader Qahtan, um líder opositor.

O novo chefe de governo fez parte do governo de Saleh. Nascido em Adén, no sul do Iêmen, Basindaua foi ministro das Relações Exteriores antes de romper com o CPG, há dez anos.

Saleh, de 69 anos e há 33 no poder, assinou em Riad um plano elaborado pelas monarquias do Golfo que prevê a sua saída em 90 dias, em troca de imunidade para ele e sua família, e a formação de um governo de união nacional até a eleição presidencial antecipada, programada para 21 de fevereiro de 2012.