Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Governo britânico diz que atropelamento em Londres foi ‘acidente’

O atropelamento ocorreu nos arredores do Museu de História Natural e deixou 11 feridos

Por Da redação 7 out 2017, 15h30

O atropelamento de 11 pessoas por um carro que invadiu neste sábado a calçada nos arredores do Museu de História Natural em Londres não está sendo investigado como uma “ação terrorista”, mas como um “acidente de trânsito”, informou a Polícia Metropolitana (Met) da capital do Reino Unido. Fontes do governo britânico corroboram com a versão usada na investigação feita pela polícia.

O acidente ocorreu por volta das 14h20 locais (10h20 no horário de Brasília) em pleno centro da capital britânica, e deixou 11 feridos até o momento, segundo o serviço de ambulâncias. Segundo profissionais dos serviços de saúde, as vítimas estão recebendo tratamento por lesões sofridas principalmente nas pernas e na cabeça. Nove feridos foram internados em um hospital e o motorista do veículo foi detido no local.

  • O atropelamento aconteceu em um dia em que o museu está repleto de turistas. “Ocorreu um incidente grave na área de fora do museu. Estamos trabalhando com a polícia para oferecer informações atualizadas”, tuitou a instituição, logo em seguida evacuada.

    A polícia ainda não esclareceu as circunstâncias do caso, mas, segundo informações preliminares, não é grave o estado das vítimas. A estação de metrô South Kensington, a mais próxima ao museu, foi fechada. Um porta-voz de Downing Street informou que a primeira-ministra, Theresa May, acompanha de perto a situação.

    (Com EFE)

    Continua após a publicidade
    Publicidade