Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo americano expulsa três diplomatas venezuelanos

Medida é tomada depois de Maduro expulsar funcionários consulares dos EUA

(Atualizado às 22h51)

Os Estados Unidos ordenaram a saída de três diplomatas venezuelanos do país nesta terça-feira. A atitude é uma resposta à expulsão de três funcionários consulares determinada por Nicolás Maduro na semana passada. Em comunicado, o Departamento de Estado americano afirma que dois primeiros-secretários e um segundo-secretário da embaixada da Venezuela em Washington foram declarados personae non gratae e terão 48 horas para deixar o país.

Ao anunciar a expulsão dos funcionários americanos, Maduro acusou-os de conspirar contra o governo venezuelano, sem apresentar provas das denúncias. O presidente Barack Obama condenou a violência nos protestos na Venezuela e pediu que Maduro atenda às “reivindicações legítimas” do povo, sem desviar a atenção dos problemas do país expulsando diplomatas americanos sob “falsas acusações”.

Novo embaixador – Após anunciar sua intenção de “fortalecer” a embaixada em Washington para que os EUA “conheçam a verdade do que está acontecendo na Venezuela”, o presidente venezuelano escolheu o diplomata Maximilian Arveláez para trabalhar como embaixador em solo americano. Segundo a imprensa venezuelana, Arveláez deixou de trabalhar como embaixador no Brasil no ano passado.

A indicação de Arveláez dependerá de um parecer do governo americano, informou o jornal El Universal. A Venezuela não mantém embaixador nos Estados Unidos, e vice-versa, desde 2008, quando Hugo Chávez expulsou o representante americano de Caracas.

(Com agência Reuters)