Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governador de Ohio é o 16° pré-candidato republicano à Casa Branca

John Kasich conta com sua experiência de governador e parlamentar para tentar se eleger presidente dos EUA

A seis meses das eleições primárias que devem designar os candidatos presidenciais dos partidos, o número de aspirantes republicanos bateu um recorde, com a apresentação do 16º candidato: o governador de Ohio, John Kasich. “Estou aqui para pedir suas orações, seu apoio, seus esforços, já que decidi concorrer à presidência dos Estados Unidos”, declarou Kasich em um discurso em Columbus, Ohio.

Tal como o seu adversário Jeb Bush na Flórida, Kasich quer que seu estado seja uma vitrine. Ele se apresenta como o campeão da ortodoxia orçamentária (supressão do déficit, cortes de impostos, etc.), mas sua mensagem se dirige aos eleitores que estão fora da base tradicional do Partido Republicano, ou seja, os trabalhadores informais e as minorias. “Muitas pessoas na América não têm certeza de que o sonho americano é possível, que o sonho americano está vivo”, disse ele, fazendo referência aos trabalhadores que não ganham o suficiente para pagar os seus medicamentos.

Leia também:

Donald Trump lidera pesquisa das primárias republicanas

EUA: ‘Batman’ e ‘Homem-Aranha’ fizeram doações à campanha de Hillary

Republicano Scott Walker anuncia pré-candidatura à Presidência

Kasich, de 63 anos, conta com sua experiência de governador e parlamentar para conseguir se eleger. No discurso desta terça-feira ele também destacou seu trabalho em questões de segurança nacional e orçamento durante o mandato como congressista, de 1983 a 2001, bem como a recuperação da economia de Ohio. Pesquisas mostram que Kashich, que também tentou se candidatar à presidência em 1999, tem muito trabalho a fazer. Em um levantamento feito pelo Wall Street Journal e pela NBC News no mês passado, apenas 25% dos eleitores das primárias republicanas disseram que poderiam apoiá-lo – 42% nem sequer o conheciam.

O primeiro debate do Partido Republicano está marcado para o dia 6 de agosto, e Kasich precisará ganhar destaque rapidamente para se qualificar para o evento. No entanto, segundo uma pesquisa online realizada pela Reuters/Ipsos, o governador aparece atualmente apenas na 14ª posição entre os 16 pré-candidatos de seu partido e está em 12º na média de pesquisas RealClearPolitics. Isso significa que ele corre risco de não participar do primeiro debate, que reunirá apenas os 10 primeiros candidatos republicanos nas pesquisas nacionais.

(Da redação)