Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gingrich deve anunciar retirada da campanha eleitoral na terça-feira

Washington, 25 abr (EFE).- O pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos Newt Gingrich anunciará na próxima terça-feira sua retirada da disputa e seu apoio a Mitt Romney, que reafirmou sua liderança com a vitória em mais cinco estados da costa leste dos EUA, segundo informaram várias emissoras de televisão.

O abandono acontecerá na próxima semana após a conclusão de uma série de eventos de campanha na Carolina do Norte que servirão como despedida, de acordo com veículos da imprensa americana, como ‘CNN’ e ‘Fox News’, que citam dois membros da equipe de campanha de Gingrich como fontes.

Na noite de terça-feira, Gingrich afirmou após reconhecer a vitória de Romney em cinco estados: ‘é preciso ser honesto em algum ponto sobre o que está acontecendo no mundo real em oposição ao que gostaríamos que tivesse acontecido’.

O ex-presidente da Câmara de Representantes, que obteve a vitória nas primárias da Geórgia e da Carolina do Sul, tinha posto seu foco nas primárias de terça-feira em Delaware, onde também foi derrotado por Romney.

‘Obviamente, acho que eu seria o melhor candidato, mas o fato alvo é que os eleitores não pensam isso’, acrescentou Gingrich.

Na terça-feira, Romney venceu nas primárias de Nova York, Pensilvânia, Connecticut, Rhode Island e Delaware, e consolidou sua liderança na corrida pela nomeação republicana.

Além de Romney, ex-governador de Massachusetts, permanecem em disputa Gingrich e o congressista texano Ron Paul, que por enquanto não deu sinais de abandonar a disputa, apesar de estar muito atrás de Romney em número de delegados.

A batalha pela nomeação do candidato republicano que disputará a Casa Branca com o atual presidente Barack Obama nas eleições de novembro se descarrilhou no dia 10 de abril, quando o ex-senador Rick Santorum, que estava mais próximo de Romney na corrida, decidiu abandonar a disputa.

A convenção republicana que designará oficialmente o candidato do partido será realizada no final de agosto na Flórida. EFE