Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

George Clooney visita Casa Branca para denunciar crise no Sudão

Washington, 15 mar (EFE).- O ator e diretor americano George Clooney, um fervoroso partidário do presidente Barack Obama, esteve nesta quinta-feira na Casa Branca para denunciar a crise humanitária que assola as regiões fronteiriças entre o Sudão e o Sudão do Sul.

Clooney, que na noite passada foi um dos convidados do jantar da Casa Branca em homenagem ao primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, retornou de uma viagem por essa região há dois dias.

Em declarações aos jornalistas que cobrem a Casa Branca, amontoados a seu redor, o ator revelou que pediu a Obama que convença a China a unir-se à pressão internacional sobre o governo sudanês com o objetivo de permitir que as forças de socorro entrem na fronteira sul do país, castigada pela fome.

Segundo o ator, o presidente americano se comprometeu a tratar a questão com o presidente chinês, Hu Jintao, em sua próxima reunião bilateral.

Na quarta-feira, Clooney participou de uma audiência do Comitê de Exteriores do Senado para expor sua visão sobre o Sudão e pressionar os legisladores do Capitólio a interferirem na questão.

Porém, nem todas suas declarações se referiram aos problemas nas regiões do sul do Sudão.

Perguntado sobre as possibilidades de reeleição de Obama, Clooney, que doou dinheiro para sua campanha, respondeu que espera que tudo corra bem. ‘Sou democrata e partidário do presidente. Espero que tenha sucesso nas eleições’. EFE