Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

George Clooney lança projeto para impedir guerras na África

Objetivo da iniciativa é rastrear e bloquear o dinheiro que financia conflitos em países como Sudão, Sudão do Sul e República Centro-Africana

O ator George Clooney lançou nesta segunda-feira uma iniciativa para deter a guerra no Sudão do Sul e em outros países africanos. A proposta do projeto é rastrear o dinheiro que financia os combatentes. “A paz e os direitos humanos ganharão quando as pessoas que se beneficiam da guerra pagarem um preço pelos danos causados”, afirmou o astro em um comunicado.

Leia mais:

Colisão de trens deixa ao menos 250 feridos na África do Sul

Obama não visitará povoado de seu pai em viagem ao Quênia

EUA alertam para risco de atentado no Quênia antes da visita de Obama

“The Sentry”, fundado por Clooney e John Prendergast, do grupo Enough Project, investigará o financiamento dos conflitos do Sudão do Sul, Sudão, República Centro-Africana e República Democrática do Congo. Prendergast, antigo diretor do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos, transformado em ativista de direitos humanos, acredita que o objetivo da iniciativa é impedir que os promotores da guerra lucrem com os conflitos. “As ferramentas habituais da diplomacia até agora falharam e os novos esforços devem se concentrar em como fazer a guerra mais cara do que fazer a paz”, afirmou.

A iniciativa anterior da dupla, o “Satellite Sentinel Project”, lançado em 2010, utiliza satélites para mostrar as evidências de abuso dos direitos humanos por meio de imagens de cidades devastadas e movimentos de tropas. Com o novo projeto, seus promotores pretendem “desmantelar as redes de responsáveis, organizações e patrocinadores que financiam e se aproveitam dos conflitos mais mortíferos na África”.

(Com France-Presse)