Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gasoduto egípcio que leva gás à Jordânia e Israel sofre novo ataque

Cairo, 9 abr (EFE).- Um grupo de rebeldes explodiu nesta segunda-feira um gasoduto egípcio na península do Sinai responsável por transportar gás para Israel e para a Jordânia e que foi objeto de dezena de ataques no último ano, informaram fontes de segurança egípcias.

As fontes, citadas pela agência oficial de notícias ‘Mena’, confirmaram que os danos causados pelo ataque contra o gasoduto não foram significativos. Isso porque, desde o dia 5 de março, quando foi sabotado pela última vez, o encanamento não transporta gás.

Testemunhas disseram ainda à agência ‘Mena’ que o material explosivo foi colocado debaixo do gasoduto por um grupo de homens mascarados que depois fugiu.

O gasoduto atingido fica localizado ao sul da cidade egípcia de Al Arish, próximo à fronteira com a Faixa de Gaza. No local está concentrada a maioria dos encanamentos de gás do Egito e a maioria dos ataques. Alguns desses, inclusive, obrigaram a interromper o fornecimento de gás natural egípcio à Jordânia e Israel.

Desde a Revolução de 25 de Janeiro de 2011, que terminou com a queda do presidente egípcio Hosni Mubarak, foram cometidos vários atentados contra os gasodutos que transportam o gás egípcio aos países da região. EFE