Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Gal Gadot organiza exibição para celebridades de vídeo de ataque do Hamas

Imagens foram disponibilizadas pelas Forças de Defesa de Israel (FDI)

Por Da Redação
6 nov 2023, 19h42

A atriz israelense Gal Gadot, que interpreta a Mulher Maravilha no cinema, teria ajudado a organizar uma sessão de quase uma hora com vídeos dos ataques orquestrados pelo movimento palestino radical Hamas contra comunidades israelenses próximas a Faixa de Gaza, em 7 de outubro. A informação foi divulgada nesta segunda-feira, 6, pela emissora israelense i24News e pelo portal americano The Daily Wire.

Até o momento, o conflito provocou a morte de cerca de 1.400 israelenses e mais de 10 mil palestinos. A exibição, que será destinada a celebridades, contou com imagens disponibilizadas pelas Forças de Defesa de Israel (FDI) e com o apoio do diretor israelense Guy Nattiv, vencedor do Oscar de Melhor Curta em 2019 por “Skin”.

O diretor disse que a inação da comunidade internacional frente aos horrores do Holocausto, quando milhões de judeus foram mortos por agentes nazistas, motivou a veiculação da gravação de 47 minutos. Centenas de jornalistas e membros do Parlamento de Israel teriam participado de uma exibição prévia, na qual parte dos legisladores não teria conseguido permanecer até o final.

+ Gal Gadot sobre filmes de ação: ‘Ganhei confiança após ‘Mulher-Maravilha’”

Continua após a publicidade

“Como cineasta, jurei que essas imagens de 7 de outubro não seriam esquecidas e que o mundo as veria”, afirmou. “Porque agora começa a negação – é uma farsa, não é uma farsa (…) Não podemos passar em silêncio.”

A lista e o local da exibição ainda não foram divulgados, mas acredita-se que 120 convidados estejam presentes. Não é a primeira vez que Gal Gadot integra uma frente contra o Hamas. A atriz esteve ao lado de uma série de celebridades que condenaram a operação do grupo palestino desde o início da guerra através de uma carta aberta.

A lista também incluiu Jerry Seinfeld, Jamie Lee Curtis, Chris Pine, Mayim Bialik, Liev Schreiber, Amy Schumer e Michael Douglas. Ao todo, mais de 700 pessoas assinaram o documento, que foi criado pela ONG Comunidade Criativa pela Paz.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.