Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gabinete de segurança israelense seria favorável a atacar o Irã

A maioria do gabinete israelense de segurança é favorável a um ataque contra o Irã, inclusive sem a aprovação americana, afirmou nesta quinta-feira o jornal Maariv.

Oito dos 14 ministros do gabinete são favoráveis a um ataque preventivo contra as instalações nucleares iranianas, inclusive sem aprovação dos Estados Unidos, afirma Ben Caspit, editor-chefe do jornal Maariv, citando “fontes políticas”.

“É necessário dizer que o gabinete de segurança ainda deverá manter uma reunião decisiva sobre o tema e que as estimativas se apoiam em discussões secretas que o primeiro-ministro mantém com o resto dos ministros”, afirmou.

O premiê Benjamin Netanyahu não consultou nem o gabinete de segurança nem o “Fórum dos Oito”, um minigabinete composto por seus ministros mais próximos, desde seu retorno de uma viotia a Washington no último dia 7, silêncio que preocupa aos que se opõem a um ataque.

O presidente Barack Obama já reiterou que prefere a via diplomática e as sanções para enfrentar o Irã, mas preveniu que não descarta recorrer à força.