Clique e assine a partir de 9,90/mês

Furacão Irma chega a Cuba com ventos de até 260km por hora

Furacão mais poderoso já registrado no Atlântico deixou pelo menos 18 mortos em sua passagem pelas Pequenas Antilhas e Porto Rico

Por Da redação - Atualizado em 9 set 2017, 10h54 - Publicado em 9 set 2017, 08h59

O furacão Irma, de categoria 5, está avançando nas últimas horas pelo arquipélago de Camaguey, no norte de Cuba, onde a tocou terra a noite desta sexta-feira, com ventos de até 260km/h, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, sigla em inglês) dos Estados Unidos. O centro de Cuba amanheceu neste sábado com os estragos causados pelos ventos, que durante a noite tiveram velocidade reduzida para algo entre 160 e 190 quilômetros por hora.

Segundo o NHC, o Irma seguirá avançando pelo norte de Cuba neste sábado, até fazer um giro para o noroeste, em direção à Flórida, nos Estados Unidos, onde deve chegar na manhã de domingo. O olho do furacão está agora 440 quilômetros ao sul-sudeste de Miami (EUA).

Irma, que é o primeiro furacão de categoria 5 a tocar a terra cubana com seu olho desde 1932, deve diminuir de velocidade nesta tarde e aumentar gradualmente em direção oeste para as províncias de Matanzas, Mayabeque e Havana, com ventos de entre 60 e 85 quilômetros por hora, com sequências superiores.

Em Havana, onde o açoite será menos intenso, se esperam inundações costeiras nesta tarde no seu famoso quebra-mar, que poderiam avançar entre 200 e 500 metros terra adentro.

Irma, o furacão mais poderoso já registrado no Atlântico, deixou pelo menos 18 mortos em sua passagem pelas Pequenas Antilhas e Porto Rico e destruiu a ilha de Barbuda e a parte francesa de San Martín.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade