Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Furacão Grace, que atingiu a costa do México, provoca oito mortes

Embora tenha sido rebaixado para a categoria 1, fenômeno atingiu em cheio o estado de Veracruz e também causou estragos em região turística

Por Da Redação Atualizado em 21 ago 2021, 19h16 - Publicado em 21 ago 2021, 19h15

Mesmo rebaixado para a categoria 1, o furacão Grace, que atingiu a Costa do México neste sábado, 21, provocou a morte de oito pessoas. Autoridades do estado de Veracruz, região produtora de Petróleo, que ainda continua em alerta, informaram que sete óbitos ocorreram na capital estatal Xalapa e uma na cidade de Poza Rica. O fenômeno natural ainda causou muitos estragos como deslizamentos de terras, quedas de árvores, danos em telhados de casas e cortes de energia. Antes de atingir a região costeira, durante a madrugada, o Grace tinha ventos de 195 quilômetros por hora e era considerado um furacão da categoria 3 na escala Saffir-Simpson (que vai de 1 a 5).

O estado de Veracruz fica a mais de quilômetros de distância da região de Quintana Roo, onde ficam destinos turísticos de Cancún, Play Del Carmen e Tulum. Apesar disso, nos últimos dias, o furacão Grace, causou muita apreensão entre moradores e visitantes dessa região badalada. O furacão, que já atingiu a Jamaica e o Haiti, chegou ao México na quinta-feira, 19, pela península de Yucatán, perto de Tulum, trazendo tempestades. De acordo com o Serviço Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês), foram registrados ventos de até 120 quilômetros por hora.

De acordo com as autoridades de Quintana Roo, as chuvas fortes e os ventos dos últimos dias destruíram algumas construções, arrastaram galhos de árvores e assustaram habitantes e turistas. O governo local informou que mais de 100 000 pessoas ficaram sem energia elétrica e pelos menos 125 visitantes chegaram a ser retirados dos hotéis e levados para abrigos, mas que ninguém ficou ferido. Turistas também relatam que no meio da semana a venda de bebida alcoólica foi proibida, pessoas tiveram que voltar para casa e hóspedes foram orientados a ficar em seus quartos nos hotéis, com o corte de internet, água quente e serviço de quarto.

O furacão Grace era uma tempestade tropical, mas ganhou força nos últimos dias e passou a ser considerado um furacão. Agora, também de acordo com o NHC, o fenômeno deverá se transformar novamente em uma tempestade tropical nas próximas horas e se dissipar até domingo, 22. Há, no entanto, o alerta para riscos de maré alta, inundações e novos deslizamentos de terra.

No meio da tarde de hoje, o fenômeno estava localizado a 55 quilômetros da Cidade do México com ventos de 75 Km/h e viajava a 20 km/h, segundo relatório do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. O Grace segue rumo ao oeste mexicano, em um movimento que deve permanecer durante as próximas horas. A tendência é que a velocidade do furacão continue diminuindo conforme ele se desloca para as áreas centrais do país.

Continua após a publicidade
Publicidade