Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

França vê um ‘princípio de abertura’ do Irã em caso nuclear

A carta enviada pelo Irã à chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, sobre seu programa nuclear mostra “um princípio de abertura”, considerou o ministro francês das Relações Exteriores, Alain Juppé, nesta quinta-feira em Viena, a alguns dias de uma nova missão da Agência Internacional da Energia Atômica (AIEA) na República Islâmica.

Este texto nos parece “ainda ambíguo, mas certamente representa um começo de abertura por parte do Irã, que afirma estar disposto a conversar sobre seu programa nuclear”, declarou Juppé em uma entrevista coletiva à imprensa durante uma conferência em Viena sobre o combate ao tráfico de drogas no Afeganistão, sob os auspícios da ONU.

“Teremos a oportunidade de pôr à prova a sinceridade do Irã na missão da Agência Internacional de Energia Atômica”, acrescentou.

Depois de uma primeira visita no final de janeiro, uma nova delegação de alto nível da AIEA viajará ao Irã nos dias 20 e 21 de fevereiro para esclarecer a ambiguidade e responder às interrogações sobre “uma possível dimensão militar” de suas atividades nucleares.

A AIEA investiga há anos o programa nuclear iraniano, frente à suspeita dos ocidentais de que possui fins militares, algo que Teerã nega.

O chefe da delegação de negociadores iranianos para a questão nuclear, Said Jalili, respondeu a Catherine Ashton no dia 15 de fevereiro após um pedido de explicações da UE sobre o programa nuclear da República Islâmica.